Arquivo | Livros RSS feed for this section

Dica de Livro: Destrua Este Diário

21 jan

livro-destrua-este-diario-lojas-online-onde-comprar-fotos-blog-daqui-pra-frente

Acho que muitas pessoas já ouviram falar do livro Destrua Este Diário, ele está virando uma febre, e claro, fiquei muito curiosa para saber o porque disso tudo!
Para quem ainda não conhece esse livro, ou não saiba o que ele realmente é, fica aqui uma introdução: Um diário costuma servir para anotar ideias, memórias ou registros do cotidiano. Keri Smith, ilustradora e artista canadense, inventou um tipo diferente de diário, que exige do usuário uma interação mais lúdica e inusitada. Com a proposta de estimular a criatividade e questionar convenções sobre a forma como lidamos com os objetos, Destrua este diário nos convida a rasgar páginas, rabiscar, pintar fora das linhas, manchar e até mesmo levar o livro para o banho. A ideia surgiu quando Smith começou a refletir sobre o início da sua carreira como artista e percebeu que o perfeccionismo tão exaltado na nossa cultura era um grande empecilho do processo criativo. A experiência fez com que ela entendesse que é preciso esculhambar a monotonia e o lugar-comum para que o novo possa surgir (fonte).

Muitas vezes quando temos um livro, tratamos ele como um tesouro, algo que não pode ser tocado ou emprestado para muitos, que nós cuidaremos com tanto zelo, que nenhuma página será rabiscada, rasgada ou jogada fora. Eu até diria que isso é normal, mas a ideia que esse livro nos trás é fazer o oposto, preencher suas páginas com palavras e usá-las de forma diferente: como um guardanapo depois do jantar, que tal? Levando essa reflexão e diversão para além do livro!
Vamos ver algumas fotos:

livro-destrua-este-diario-dicas-lojas-online-onde-comprar-fotos-blog-daqui-pra-frente (1) livro-destrua-este-diario-dicas-lojas-online-onde-comprar-fotos-blog-daqui-pra-frente (2) livro-destrua-este-diario-dicas-lojas-online-onde-comprar-fotos-blog-daqui-pra-frente (3)

Confesso que fico com dó de fazer tudo isso com o livro, mas também acho que seria muito legal. E para quem ainda não consegue se desapegar dessa forma, que tal comprar dois livros, um para seguir a risca e outro para guardar. Comparar os dois nos final seria muito legal, e daria uma enorme diferença né?

Separei alguns sites para vocês comprar online, confira aqui:
Americanas
Submarino
Livraria Cultura

O que vocês acharam? No final você vai ter um livro único, só seu!

Beijos 😀

Visite também:
•As Vantagens de ser Invisível, aqui
•A Menina que Roubava Livros – trailer, aqui

Livraria Particular: As Vantagens de ser Invisível

1 maio

DSC_0013 copy

Não será a primeira vez que esse livro aparece no blog, em fevereiro a Paloma comentou sobre o filme e hoje vou estrar comentando sobre o livro. Se você quiser conferir sobre o filme clique aqui.
Li o livro antes de ver o filme, e acho que para essa história a ordem livro-filme não precisa ser necessariamente ser seguida, pois acho que os dois se completam perfeitamente, o que em um está subentendido o outro está bem claro. Tanto é que o roteirista e o diretor do filme é o próprio Stephen Chbosky, autor do livro.
Para alguns perdidos vou tentar resumir a história: Charlie é um adolescente de 15 anos, tímido e sentimental, tendo certas dificuldades para se relacionar com as pessoas. Charlie também é um aluno dedicado aos estudos, e que adora literatura, e seu professor Bill. Por algumas circunstâncias Charlie pode ser considerado um menino estranho por seus colegas de série, mas quando ele conhece Sam e Patrick dois meios-irmãos mais velhos do que ele, a partir desta amizade ele consegue criar muitas outras relações e descobertas sobre ele mesmo e sobre a vida.
O livro é um romance epistolar (escrito através de cartas), que me deixou muito confusa no começo, mas nada que atrapalhe entender a maneira de como Charlie vê as coisas, ou seu jeito sincero de ser.
Cada um tem seu jeito de absorver a história de Charlie, tornando-o um daqueles livros que a cada vez que você o ler você aprende algo novo. Sendo assim, muitos se identificam com a história, se comovem, reveem sua maneira de ver a vida, muitos se sentem infinitos e também há os que querem que o livro seja infinito.

Por Carol Lopes

70 anos do Pequeno Príncipe

27 abr

the_little_prince

Hoje “O Pequeno Príncipe” completa 70 anos desde a primeira edição original americana, lançada em 1943, única feita com Antoine de Saint-Exupéry ainda vivo. Esse livro de crianças continua atual e faz tanto sucesso porque também é de adultos.
Em sete décadas, “O Pequeno Príncipe” foi traduzido para mais de 200 línguas. No Brasil, segundo a editora, a obra vende 300 mil exemplares por ano –um livro costuma ser publicado com 3.000 exemplares e muitas vezes demoram anos para que esse total seja vendido. É ou não é resultado para impressionar qualquer “pessoa grande”? (O livro diz que os adultos gostam mais de números do que de outras características mais importantes).

E para celebrar vamos conhecer outro lado da história: a do autor.
Continue lendo

Livraria Particular: Um Porto Seguro

21 abr

“Nos momentos mais difíceis, o amor é o único refúgio” 

Acabei de ler o livro “Um Porto Seguro” de um dos meus autores preferidos, bom eu suponho que deva ser um dos preferidos de muita gente, Nicholas Sparks, e mais uma vez me surpreendi.

Quando se pensa nesse autor, logo vem a cabeça grandes sucessos com “A Ultima Música”, “Querido John” , “Um Amor para Recordar”  e “Um Homem de Sorte” que acabaram se transformando em grandes produções cinematográficas, no entanto “Um Porto Seguro” além é claro de uma boa história de amor, explora a mente humana de uma forma clara e autêntica.

 Katie é a nova garçonete do Ivan’s, melhor restaurante de Southport, Carolina do Norte. Linda e misteriosa, procura não chamar muita atenção. Katie não pode baixar a guarda e deixar que descubram, deixar que a encontrem.Com o passar do tempo, se sentindo segura, ela começa a se relacionar mais abertamente com Jo sua única vizinha, esta, divertida e muito sincera a incentiva a se aproximar de Alex ,um gentil e atencioso viúvo pai de dois filhos , Josh e Kristen, com quais Katie possui uma forte ligação, principalmente com Kristen.  Invitalmente os dois se envolvem, e Katie revela a Alex seus medos e segredos e em vez de julgá-la ele a entende e a apoia, assim eles se tornam uma família e ela finalmente se sente em casa.

Mas longe dali, em  Dorchester, Kevin mentia a todos sobre o paradeiro de Erin, mentia a todos sobre estar bem, pois bem mesmo só estava quando bebia sua garrafa de vodca todas as noites. Mas ele ia acha-la, ela tinha que voltar para casa , ele a amava e ela o amava. Eles eram felizes.A pesar de tudo. Mas ela não podia se contentar com uma boa casa, moveis e ir a cabeleireiro uma vez por mês. Ela era egoísta. E ele a mataria.

Pessoal o livro é realmente impressionante, porque não é focado apenas em romance mais sim em como nos comportamos em determinadas situações e o que nos levam a nos comportar dessa maneira, realça as peças que a mente nos prega, afim de fazer a vida ficar mais fácil ou a destruí-la lentamente. E em como devoções cegas e entendimentos destorcidos podem nos levar a loucura.

Bom, o sucesso do livro foi tanto, que ele virou filme. Foi lançado nos EUA  no dia 19 de Abril, e terá  Josh Duhamel ( Transformers e Juntos pelo Acaso) no papel de Alex e  Julianne Hough ( Rock of Ages) no papel de Katie. O trailer está incrível então já estou louca para ver o filme, confiram abaixo:

Trailer  “Um Porto Seguro”

Eu sei que a maioria das pessoas prefere assistir o filme, mais eu acredito que não há nada melhor do que ter um livro na mãos e se sentir dentro da história , então tenho certeza que se vocês lerem o livro antes de assistir o filme a história fará mais sentido (:

Espero que se encantem também.

Por Paloma Karoline